Inserir nova resposta a
Responder ao tópico: Prazo para validar faturas pendentes de 2017 no e-fatura
Nome de Utilizador:
Assunto da Mensagem:
Ícone de Mensagem:
A sua Mensagem:
Sorrisos
Smile Wink Cool Big Grin
Tongue Rolleyes Shy Sad
At Angel Angry Blush
Confused Dodgy Exclamation Heart
Huh Idea Sleepy Undecided
[Obter mais]
Opções da Mensagem:
Subscrição do Tópico:
Especifique o tipo de notificação e subscrição de tópico você deseja para este tópico. (Apenas utilizadores registados)

Especifique o tipo de notificação e subscrição de tópico que quer ter. (Apenas utilizadores registados)




Verificação de imagem
Digite o texto contido na imagem na caixa de texto abaixo. Este processo é usado para prevenir robôs de spam automatizados.


Rever Tópico (Recentes primeiro)
Colocado por Mariana - 01-23-2018, 04:40 PM
Boa tarde a todos,
alguém de sabe dizer qual o prazo oficial para validarmos as faturas de 2017?
Já li em alguns sítios que é em Fevereiro de 2018, mas não sei o dia ao certo. Será no fim do mês de Fevereiro?


Obrigado!

(01-23-2018, 04:40 PM)Mariana Escreveu: Boa tarde a todos,
alguém de sabe dizer qual o prazo oficial para validarmos as faturas de 2017?
Já li em alguns sítios que é em Fevereiro de 2018, mas não sei o dia ao certo. Será no fim do mês de Fevereiro?


Obrigado!

Olá Mariana,
o prazo para validar faturas pendentes no e-fatura termina no dia 15 de Fevereiro de 2018.

Qualquer despesa que pretenda ser declarada para poder beneficiar de uma das deduções referidas terá de ser valida/registada no e-fatura até 15 de fevereiro ou já não poderá ser registada posteriormente. O mesmo não se aplica, por exemplo, a despesas de saúde ou outras.

Deverão ainda, se for o caso, registar faturas que não constem no sistema mas para as quais o contribuinte tem na sua posse a cópia em papel.

Arrow NOTA: Se as despesas se referem a dependentes do agregado (filhos) não surgirão na conta dos titulares de rendimentos, mas sim na conta do Portal das Finanças/E-fatura dos filhos! As faturas serão, contudo, englobadas no agregado, caso tal esteja previsto na legislação fiscal.

Espero ter ajudado a esclarecer a sua dúvida.